A hiperpermeabilidade intestinal  resulta de uma alteração na mucosa intestinal  caracterizada por um aumento no espaço entre as células do revestimento, permitindo materiais estranhos como fungos, bactérias e alimentos "vazem" para a corrente sanguínea. Na língua inglesa é denominada "leaky gut". A penetração deste material altera o sistema imune e a detoxificação hepática, podendo levar a quadros de sensibilidade química, alergia alimentar, fibromialgia e doenças auto-imunes.

A Síndrome do Leaki Gut está associada a hiperpermeabilidade intestinal. Ela inclui a doença intestinal inflamatória, artrites, psoríases, dermatite e doenças disparadas por alergenos alimentares como o eczema, urticária, Síndrome do Intestino Irritável, Síndrome da Fadiga Crônica, Hepatite Crônica, Pancreatite Crônica e Fibrose Cistica.

FATORES DE RISCO PARA AUMENTO DA  PERMEABILIDADE INTESTINAL/LEAKY GUT

1- Alcoolismo

2- Alergia alimentar

3- Doença de Crohn

4- Colite ulcerativa

5- Sensibilidade ao glúten/Doença celíaca

6- Deficiência de proteína da dieta

7- Quimioterapia

8- AIDS

9- Disbiose intestinal

10- Analgésicos

11- História de alergia iniciada na idade adulta

12- Antiinflamatórios não hormonais

13- Envelhecimento

14- Deficiência de IgA

15- Giardíase

16- Blastocystis hominis

17- Anfetaminas

18- Cocaína

19- Hipocloridria



Uma visão da Medicina Natural e Ortomolecular para o controle e tratamento das doenças do

aparelho digestivo - Artur Lemos