Candida albicans é a causa mais comum de candidíase.São naturalmente encontradas, na boca, vagina e no intestino em pequena quantidade e só causam doenças quando houver desequilíbrio do meio ambiente como elevação do pH da luz intestinal.

A cândida  pode causar lesões na pele, mucosa oral, na vagina, na uretra, no tubo digestivo e infestar qualquer parte do organismo. A cândida que normalmente habita no organismo é controlada por um sistema imune eficaz, pela flora intestinal "amiga" e pelo pH ácido intestinal, fatores que a mantém numa população incapaz de causar sintomas ou doenças.

Sintomas: depressão,fadiga, ansiedade, gases intestinais, alergia alimentar, sensibilidade ao meio ambiente, insônia, hipoglicemia, alterações do humor, constipação, diarréia.

Dieta:

ELIMINAR: todos os fermentos: pão,massa, cervejas,álcool, levedura ou mofo e o leite.(Pode usar iogurte não açucarado).

Defumados, frutas secas,amendoim,batata e inhame.

Grãos: evitar o milho que tem muito  mofo.

Carboidratos: qualquer tipo de açúcar. As frutas nos casos mais graves.

Frutas: evitar melancia e melão.

Evitar: ácido cítrico (limão) ácido málico (maça), ácido tartárico (uvas).

ALIMENTOS ÚTEIS: alho e cebola crus, couve-flor, repolho, rabanete, nabo, cevada, arroz integral, aveia, trigo integral,centeio e grãos em geral.

Vegetais na forma crua: alfafa,repolho, chicória, aipo, abobrinha, alface, salsa, espinafre,nabo e agrião, se cozidos por pouco tempo e com pouca água.

Legumes: soja,lentilha, ervilha, vagem, feijões, cenouras para não fermentar, deixar de molho na véspera e trocar a água na hora de cozinhar.

Semente de linhaça.

Chá verde, camomila alemã, alecrim.

Spirulina, própolis.