A diabetes,caracterizada por um nível de açúcar  no sangue mais alto que o normal, é uma doença grave. Pode causar problemas renais e cardiovasculares, danos nos olhos e má circulação. Existem duas variedades da doença. O tipo 1 geralmente se manifesta em tenra idade e se deve à não-produção de insulina pelo pâncreas. O tipo 2 , especialmente comum em pessoas com excesso de peso, manifesta-se em geral na idade adulta. embora o pâncreas ainda produza insulina, o hormônio não é capaz de cumprir sua tarefa adequadamente porque as células de gordura,as células musculares e as do fígado tornam-se resistentes a ele. A tarefa da insulina é servir de porteiro para a entrada de glicose nas células; se seu trabalho for prejudicado, a glicose não é absorvida e se acumula no sangue, causando danos.

Enquanto a diabetes 1 tem de ser tratada com injeções de insulina, é possível  controlar o tipo 2 prestando atenção à dieta. A relação entre a diabetes tipo 2  e a obesidade abdominal, é forte. As células de gordura secretam adipoquinas, um  grupo de hormônios que prejudica a tolerância à glicose, e a gordura abdominal parece ser a mais ativa hormonalmente. Além disso, o organismo se torna insensível ao efeito regulador da insulina por causa da sobrecarga de açúcar e insulina a longo prazo. È como se o organismo entrasse em greve após ser sobrecarregado de trabalho.

Pesquisadores da Universidade Columbia, em Nova York, reproduziram esses resultados. Num estudo duplo-cego, randomizado e controlado por placebo, descobriram que uma grama de canela por dia baixava em 17% o nível de glicose em jejum após oito semanas.



Autor: UMA MAÇÃ POR DIA - Joe Schwarcz