CÉLULAS DO SISTEMA IMUNE E DO LINFÓCITO KILLER:

NECESSIDADE DE VITAMINA D



Um artigo publicado online em 07 de março de 2010, na  Revista Nature Immunology, revela que a vitamina D é um fator necessário para a ativação de células T: células do sistema imunológico que são habitados para procurar  e destruir os patógenos, e que essas células permaneceriam latentes (naïve) sem a presença de vitamina D no sangue.

Carsten Geisler da Universidade de Copenhague, Departamento de Saúde Internacional, Imunologia e Microbiologia e seus colegas descobriram que as células T humanas tiveram baixa de uma isoenzima fosfolipase C que foi  associado com reduzida capacidade de resposta das células T. A indução da fosfolipase C-gama 1 foi encontrado para ser dependente de vitamina D e a expressão do receptor da vitamina D. "Quando uma célula T é exposta a um patógeno estranho,estende-se um dispositivo de sinalização ou "antena" conhecida como receptor da vitamina D , com a qual ele procura vitamina D", explicou o Dr. Geisler. "Isto significa que a célula T deve ter vitamina D ou a ativação da célula irá cessar.Se as células T não conseguem encontrar quantidade suficiente de vitamina D no sangue, eles não vão mesmo começar a se mobilizar".

"Os cientistas sabem a muito tempo que a vitamina D é importante para a absorção de cálcio, e a vitamina também tem sido implicada em doenças como câncer e esclerose múltipla, mas o que não percebemos é como a vitamina D é crucial para o fato de ativar o sistema imunológico, o que sabemos hoje", declarou o Dr. Geisler. Ele previu que os resultados podem nos ajudar a combater as doenças infecciosas e epidemias globais. "Eles serão de uso particular no desenvolvimento de novas vacinas, que trabalham justamente com base na formação, tanto o nosso sistema imunológico para reagir e suprimir as defesas naturais do organismo em situações em que isto é importante, como é o caso de transplantes de órgãos e doenças autoimunes".



Revista de Bioquímica Médica