vinhouvas

 

Registros históricos mostram que o uso medicinal do vinho pelo homem tem sido uma prática de mais de 2.000 anos,importantes civilizações do mundo ocidental como os egípcios,os gregos e os romanos e do mundo oriental,como os hindus, se  utilizaram do vInho como um remédio para o corpo e para a alma.Médicos eminentes da antiguidade como Hipócrates,Galeno e Celsius exaltaram as propriedades medicinais do vinho e adiantaram uma interpretação razoavelmente correta dos seus mecanismos de ação.

Existem dois grandes grupos de susbtâncias no vinho,que atuam evitando a situação acima referida,além de atuarem com ação anti-fúngica,anti-virótica,anti-bacteriana e anti-oxidante, na captação de radicais livres.sabe-se que a oxidação celular está presente nos processos metabólicos do envelhecimento celular. eis as principais substâncias:

COMPONENTES FENÓLICOS:

* FLAVONÓIDES: CATEQUINAS (Procianidinas nas sementes e polpa); FLAVONOIS (casca); ANTOCIANIDOIS (casca); EPICATEQUINA;MALVIDINA;CIANIDINA;MIRICETINA;QUERCITINA.

*NÃO FLAVONÓIDES: ÀCIDO BENZÓICO (Ac. hidrocinâmico da polpa); ESTIBENO (onde se encontra o RESVERATROL, pincipal substância na ação terapêutica); ÀCIDO CAFEICO; ÀCIDO SINÁPICO.

Finalmente,cabe ressaltar que o vinho efeito1 age ainda como diurético,vaso-dilatador periférico, além de atuar como anti-depressivo, desinibidor,relaxante e grande evocador de otimismo.Como se pode constatar, o vinho em doses moderadas é benéfico e com prazer...

Além de todas essas vantagens, o vinho ainda é creditado com mais outras não menos importantes:

* Tem poder antioxidante- ele é benéfico para a saúde devido à presença de polifenóis nas uvas, agindo como antioxidantes. São nutrientes naturais que protegem contra reações químicas indesejávies no interior do corpo, especialmente a oxidação das células, causadora do envelhecimento e doenças. Essas substâncias são encontradas nas cascas e sementes de uvas tintas.

* Diminui chances de pedras nos rins- estudos feitos na Inglaterra e Estados Unidos em 1998, mostram que as pessoas que bebem uma taça de vinho por dia têm uma redução de 59 % no risco de formação da primeira pedra. O Dr. Gary Curham, autor do estudo, diz: " A urina fica mais diluída, significando um maior fluxo com aumento da secreção de hormônios antidiuréticos."

*Melhora a atitude psicológica- qualquer enófilo pode atestar o poder relaxante de uma taça de um bom vinho.Pessoas  que bebem uma ou duas taças por dia tendem a um estilo de vida mais moderado e equilibrado e parecem ser mais capazes de administar o stress.

*Protege contra o mal de Alzheimer- pesquisas na França sugerem que o consumo moderado de vinho pode proteger contra o Alzheimer e a demência. Foi verificado que bebedores moderados tiveram uma redução de 75% na taxa de mal de Alzheimer e 80% na taxa de demência quando comparadas, nos dois casos,com não bebedores.

* Não engorda- contra todas as teorias, pesquisas recentes mostram que quantidades moderadas de vinho não têm esse efeito. Um estudo da Universidade do Colorado em 1997 descobriu que homens saudávies bebendo dois cálices de vinho tinto nas refeições não tiveram ganho de peso.

OBS: BEBA COM MODERAÇÃO